in ,

Vinhos Franceses – O Que Você Precisa Saber Para Escolher

vinhos-franceses-capa

Os Vinhos Franceses são possuidores de um enorme prestígio internacional, trazendo um gigantesco orgulho para os franceses e a França.

A terra do vinho!

Cuja história remonta a idade média, época em que os monges e as ordens clericais já o fabricavam e consumiam.

Um costume que permaneceu, evoluiu e hoje se faz presente como costume enraizado na cultura e na vida cotidiana povo francês.

Nosso artigo está organizado da seguinte forma:

vinhos-franceses-3
Vinhos Franceses (Foto: Reprodução)

Apesar, das muitas crises que abateram a vitivinicultura da França, seja por causas naturais, como a praga da filoxera, ou causadas pelo homem, como as duas grandes guerras, a arte de cultivo, produção e consumo do vinho francês manteve-se viva.

Nos dias de hoje, graças à tradição inabalada, a cultura enraizada e as novas técnicas implementadas em todo o processo de sua produção, os vinhos franceses alcançaram uma posição de destaque no mercado mundial.

Por seus vinhedos de altíssimo padrão de qualidade espalhados pelos quatro cantos de seu território, onde o conceito terroir, diferentes tipos de vinhos em pequenos espaços de terrenos, é a grande personagem.

Esse conceito, particularmente francês ligado às comunidades locais que vivem do cultivo e culto ao vinho, imprime personalidade aos vinhos franceses conforme as uvas utilizadas em sua fabricação e as terras onde são cultivadas e o microclima da região.

Características específicas e singulares que influenciam de sobremaneira a produção vinícola, que resultam em uma grande diversidade de vinhos com sabores e texturas únicas que atendem os mais diferentes gostos pessoais.

O que traz dificuldades ao consumidor comum, a imensa maioria de nós que não somos sommeliers, na hora de escolher quais vinhos franceses comprar.

O Que Você Precisa Saber Para Fazer Suas Escolhas

O que você, que não é um grande conhecedor de vinhos franceses, precisa saber para fazer suas escolhas, sem precisar aprender toda sua complexidade, é saber diferenciar tipos de vinhos, as classificações, as castas de uvas, as regiões produtoras – o terroir.

Veja Também: O que é Cuisine du Terroir.

Um conhecimento básico que lhe permite fazer boas escolhas.

Vamos lá?

Os Tipos De Vinhos Franceses

Na hora de comprar ou pedir um vinho francês para ser consumido à mesa de um restaurante ou à mesa ou balcão de um bar escolha o tipo que seja de sua preferência.

vinhos-franceses-5
Vinhos Franceses (Foto: Reprodução)

Vinho Tinto

Entre os melhores do mundo, o vinho tinto francês proporciona incríveis experiências pela grande variedade de texturas, sabores e aromas conforme as uvas utilizadas em sua fabricação e a região produtora.

Os grandes diferenciais que o coloca entre os mais apreciados são suas características únicas:

  • Possuírem coloração que vai do vermelho-escuro ao púrpura, conforme sua região ou terroir de origem;
  • Serem bem frutados;
  • Entregarem leve nuança de adstringência à boca por conterem taninos com incidência destacada e equilibrada.

Agora, como cada vinho tinto possui características próprias, alguns são mais leves e com acidez mais pronunciada do que outros pela menor presença de taninos em sua formulação.

Além, dos que ganham um efeito especial ao sabor por passarem por barris de carvalho antes de serem engarrafados.

Outra característica é a sua excelente capacidade de harmonizar com diversos pratos elaborados com diferentes ingredientes.

Vinho Branco

Assim como, o vinho tinto, o branco francês também é mundialmente valorizado. Isso, pela França ser uma das  mais famosas e principais e produtoras de uvas de vinho branco de todo o planeta, como a Chardonnay, aromática e de corpo médio produzida na região da Borgonha.

Os franceses também produzem vinhos brancos de corpo ainda mais leve, que se sobressaem por sua acidez e frescor e outros com toque de frutas tropicais e um tênue sabor de baunilha quando armazenados em barris de carvalho.

Os vinhos que passam por barris de carvalho ganham adições de sabor, aromas de baunilha e coco que, além de um tom esfumaçado e tostado que oferece um diferencial incrível, são mais suaves, menos adstringentes e cremosos pela lenta e gradual ação do oxigênio.

Vinho Rosé

Os vinhos rosés fabricados em território francês possuem uma grande variedade de fascinantes aromas e sabores.

Leveza, refrescância, leve coloração, versatilidade com diferentes sabores, os vinhos rosé francês é um delicioso aperitivo para qualquer ocasião.

vinhos-franceses

As Diferentes Classificações Dos Vinhos Franceses

São seguintes as diferentes classificações, as denominações de origem dos vinhos franceses que você encontra estampadas nos rótulos:

  • Vin de Table – Vinho de Mesa: Vinho comum, produzido em escala sem muitos cuidados e com baixo custo beneficio;
  • Vin de Pays – Vinho de Região: Vinho comum regional;
  • Vin Délimité de Qualité Supérieure (VDQS) – Vinho Delimitado de Qualidade Superior: vinhos de qualidade superior, que passam por uma degustação técnica rigorosa e devem seguir critérios de um AOC – Appellation d´Origine Contrôllè. Considerado um vinho de categoria de transição, por estar em processo de regulamentação pela AOC;
  • Appellation d’Origine Contrôllè (AOC) – Vinho de Designação de Origem Controlada: Vinho de qualidade superior que passa por um controle rigoroso que identifica se a procedência é a mesma zona explicita no rótulo e também se obedece às especificações da legislação da região onde foi produzido.

Veja Também: Queijo Brie: Como Degustar Essa Maravilha [2021]

As Castas de Uvas Francesas

Conheça as principais castas de uvas francesas, além das uvas tintas Gamay, Cabernet Franc e Syrah, e de brancas a Chenin Blanc, Ugni Blanc, Folle Blanc e a Negrette utilizada na fabricação do vinho rosé, entre outras:

  • Cabernet Sauvignon – Uva tinta com tom púrpura e bastante ácida variedade bastante produzida na região de Bordeaux, geralmente usada para a fabricação de vinhos encorpados;
  • Chardonnay – A uva branca francesa mais conhecida, em grande parte plantada na Borgonha, possuidora de diferentes sabores que vão de minerais aos mais frutados;
  • Merlot – Uva tinta típica da região de Bordeaux, que também é produzida em outras regiões da França, em especial ao longo do Mediterrâneo, produz vinhos maduros, com acidez moderada;
  • Pinot Noir – De cor rubi, corpo leve, acidez brilhante e com taninos leves, é a melhor uva tinta da região da Borgonha que também encontrada na Alsácia;
  • Sauvignon Blanc – Uva branca bastante ácida que produz vinhos de corpo baixo a médio com sabores cítricos e tons de ervas, bem comum no Vale do Loire;
  • Viognier -Uva branca comum no Vale do Rhône utilizada na produção de vinhos bem encorpados, com alto teor alcoólico e com tons de pêssego.
vinhos-franceses-drome-provencale-franca
Drome Provençale – França (Foto: Reprodução)

As Regiões Produtoras – O Terroir Dos Vinhos Franceses

Ao conhecer as regiões produtoras, o terroir dos vinhos francesas, você começa a compreender as informações dos rótulos, entender as particularidades distintas de cada vinho e as uvas dos blends.

Visto que, vinhos franceses podem ser de corte, também conhecido como  Assemblages, que utilizam diferentes misturas de uvas em sua produção ou varietal, produzido com uma única variedade de uva; quase uma raridade de mercado se comparado aos vinhos de corte.

As Principais Regiões Produtoras De Vinhos Franceses

Região da Alsácia

Localizada no nordeste da França, próxima à fronteira com a Alemanha famosa por seus vinhos brancos secos, leves e frutados exclusivamente pela predominância do cultivo de uvas brancas.

Seus vinhos são exclusivamente varietais produzidos com uvas nobres colhidas à mão, principalmente das castas Gewurztraminer, Pinot Gris, Sylvaner e Riesling, a grande estrela da região por seu sabor frutado que harmoniza muito bem com sopa de legumes, ostras, trutas e queijos frescos.

Região de Bordeaux

Localizada na costa Atlântica da França, é a maior e mais importante região produtora de vinhos franceses, onde 55 sub-regiões AOCs com vinícolas que produzem vinhos tintos de altíssima qualidade e outras duas, Sauternes e Barsac, são produtoras de alguns dos melhores vinhos brancos de sobremesa de todo o mundo.

Sendo, Saint-émilion e Saint-estèphe as mais famosas da região de Bordeux:

  • Saint-émilion, a mais conhecida e reconhecida por seus preciosos vinhos: Os Saint-émilion, Saint-émilion grand cru, que pode ser armazenado por até 20 anos, AOC Lussac-Saint-émilion e AOC Puisseguin Saint-émilion;
  • Saint-estèphe, estabelecida às margens esquerdas do Rio Garona que concentra um grande número de denominações de Bordeaux, dentre elas o Saint-estèphe: vinhos tintos “crus” tintos que prometem envelhecimento de até 50 anos, fabricados com as uvas Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc.
Região de Borgogne

As vinícolas de Borgonha, localizadas à uma hora de Lyon, sem dúvida são algumas das mais antigas da França, produzem os vinhos franceses brancos finos mais famosos feitos com uvas Chardonnay.

Sendo a sub-região de Chablis, uma das mais reconhecidas por seus vinhos brancos. Um terroir que reúne, em seus 4 mil hectares de vinhas, denominações com grande destaque como: Chablis, Chablis Premier cru, Petit Chablis e o Chablis grand cru que oferece rótulos de grande qualidade.

Porém, a Borgonha, não é apenas uma região produtora de vinhos brancos. Em suas terras são produzidos vinhos tintos de uva Pinot Noir reconhecidos pela leveza e complexidade com destaque ao Romaneé-Conti, um dos mais caros do mundo.

Região de Beaujolais na Borgonha

Um terroir bastante peculiar de 55 km, localizado entre Mâcon e Lyon, que produz 14 denominações de vinhos tintos, leves e frutados com a uva Gamay.

Os mais conhecidos são o famoso é o Beaujolais Nouveau de cor vermelha para ser bebido no máximo em dois anos a partir da data de sua fabricação, e o Saint-Amour, um dos dez “vinhos crus” do Beaujolais, originário do norte da região, às margens do Rio Saône, caracterizado por seu aroma de frutas e de flores.

Região do Vale do Loire

As vinícolas do Vale do Loire que se estendem por 800 km desde o litoral Atlântico, a oeste de Nantes, até Vendôme e Blois, produzem uma grande quantidade de vinhos estrelados de todos os tipos.

Região de Sancerre

Na região central, a leste de Bourges, em 2.770 hectares de vinhedos são produzidos vinhos dos três tipos: Tinto, branco e rosé.

Os vinhos tintos utilizam a uva Pinot Noir, que imprimem um sabor longo e marcante para serem degustados imediatamente á sua fabricação e até anos depois de armazenados.

Região do Vale do Ródano (Rhone)

No Vale do Rio Ródano os vinhedos se estendem por 250 km do Norte ao Sul, de Lyon até Avignon.

Conheça algumas das vinhas da região:
  • Hermitage – figura no seleto clube dos “grands côtes-du-rhône” pela produção de vinhos tintos de uvas vermelhas e vinhos brancos de cor palha preparados com uvas das cepas de Marsanne e Roussane;
  • Tavel – Conhecida pela utilização de numerosas cepas: Piquepoul, Bourboulenc, Mourvèdre, Cinsault, Syrah, Grenache, entre outras, para a produção do vinho rosé;
  • Châteauneuf du Pape – Ao sul das margens do rio Ródano, tem sua fama construída por bons vinhos tinto e branco.
vinhos-franceses-6
Vinhos Franceses (Foto: Reprodução)

Pronto! Você já tem boas informações para começar a fazer suas escolhas de vinhos franceses.

Agora é só provar, provar e provar.

Salud!

O que você acha?

Escrito por A Cozinha Francesa

A Cozinha Francesa é um site que existe para demonstrar todo o amor que temos por essa gastronomia maravilhosa. Aqui você vai encontrar receitas, dicas, ingredientes e tudo que gira em torno da cozinha francesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

quiz-pratos-franceses-croque-madame

QUIZ: Você Conhece Todos Esses Pratos Clássicos Franceses?

chefs-franceses

14 Chefs Franceses Para Se Inspirar